Blog

RH 4.0 A REVOLUÇÃO DA ERA TECNOLÓGICA NA GESTÃO DE PESSOAS

Essa revolução impactou fortemente o setor de Gestão de Pessoas, mais conhecido como Recursos Humanos, criando o chamado RH 4.0

 

Em uma época que se fala tanto da 4º Revolução Industrial é preciso estar atento as novas mudanças, afinal, não é segredo nenhum que no atual cenário empresarial do país quem mais precisa ficar atento a essas mudanças são os empresários. Diante das constantes transformações que vem acontecendo no mundo com a evolução e forte presença da tecnologia a serviço de tudo e de todos, diversas são as áreas que precisam se adaptar para acompanhar estas transformações e não se perder no tempo.
No contexto geral e histórico, a Revolução Industrial original foi impulsionada pela descoberta do uso das máquinas a vapor para otimizar o processo produtivo na indústria. Logo após, veio a segunda grande transformação nas empresas, por causa do uso da eletricidade. A terceira ruptura industrial aconteceu com o uso da tecnologia da informação, internet e eletrônicos que automatizaram a produção. E hoje, já estamos percebendo a chegada da quarta revolução industrial.
As principais características dessa transformação estão representadas pela junção de tecnologias e a velocidade, causando impactos em todo negócio, desde a liderança, que deve estar sempre atualizada e responder rapidamente às mudanças, até o cliente, que estará mais exigente e participante em relação aos produtos ou serviços oferecidos.
Essa revolução impactou fortemente no setor de Gestão de Pessoas, mais conhecido como Recursos Humanos, criando o chamado RH 4.0. Para tirar algumas dúvidas dos profissionais de da área, a revista Gente em Foco, conversou com o diretor da Gente em Foco uma das empresas mais conceituadas na área de Gestão de Pessoas em MT, Paulo Slobodzian.
“O RH. 4.0 é uma tendência mundial na área de Gestão de Pessoas. Na verdade, o mundo empresarial sempre sofreu a influência das transformações industriais (também chamadas de ‘eras industriais’), que 33265 vieram acompanhadas de mudanças, inovações e novas tecnologias em todas as áreas. O mundo já passou pela Primeira, Segunda e Terceira Revolução Industrial e agora estamos “com o pé” na Quarta. As altas tecnologias, a cibernética, a inteligência artificial e o armazenamento em nuvem, enfim, todas as inovações trazidas pela era digital já estão impactando imensamente o mundo corporativo”, cometa o diretor da empresa Gente em Foco.
São incontestáveis as mudanças que a tecnologia tem promovido na sociedade moderna, ligações telefônicas se transformaram em chamadas de vídeo, as cartas que eram enviadas por correio viraram conversas de WhatsApp, o marketing que era realizado através de vários meios de comunicação, hoje está sendo “atropelado” pelo fenômeno Instagram, além de outras maravilhas da tecnologia que estão surgindo. Essas tecnologias quando bem utilizadas, favorecem empresas e funcionários nos contatos do dia a dia no trabalho, mas infelizmente o que observamos é a má utilização dessas ferramentas tecnológicas. Sendo bem utilizadas, as novas tecnologias possibilitam o maior controle de tarefas, aproveitamento do tempo e maior produtividade em todos os setores. “A era digital, alinhada a outras tecnologias, já é responsável pela mudança do nosso comportamento, hábitos e modo como lidamos com o nosso cotidiano, principalmente na forma de se comunicar. E é obvio que toda essa revolução industrial que chamamos de 4ª geração, impactará todos os setores empresariais do mundo. A área responsável pela cultura organizacional e gestão de pessoas nas empresas deverá se adaptar às novas tecnologias urgentemente, vai ter que buscar novas maneiras na hora de selecionar profissionais para ocupar cargos, para manter e melhorar os resultados. Por exemplo, nas indústrias daqui a alguns anos, não vão mais haver profissionais na linha de montagem e produção, tudo será mecânico, com robôs de inteligência artificial. Contudo, a tecnologia não anula a necessidade de gerenciamento de processos e para isso os humanos sempre serão necessários. Assim, a tendência do mercado de Recursos Humanos é aumentar a contratação de mão de obra qualificada e migrar colaboradores que atuam em funções repetitivas para funções mais estratégicas e, além de tudo esses profissionais vão ter que qualificar-se constantemente para atender esse novo mercado que está chegando”, ressalta Paulo.
No mundo corporativo, a automação da indústria é o principal pilar da Quarta Revolução Industrial. Entretanto, a Revolução 4.0 tem como objetivo promover a automação por meio de sistemas ciber-físicos, onde processos digitais e máquinas tomam decisões em conjunto entre si e com seres humanos. “E é isso que o RH 4.0 está mostrando… uma nova tendência, que vem impulsionar tantas empresas quanto às novas tecnologias e os profissionais. Essas novas tecnologias tornarão os processos na área de Gestão de Pessoas mais dinâmicos, por exemplo, muitas atividades do setor de RH já são feitas em nuvem, como registro de ponto online, controle da folha de pagamento e canais de comunicação, assim como muitas entrevistas já são realizadas via Skype, os profissionais já não entregam mais currículos, gravam vídeos de apresentação, comentando suas experiências, formação e qualificações profissionais. Aqui na Gente em Foco já estamos utilizando os princípios do RH 4.0, realizando processos de recrutamento e seleção com as novas tecnologias para a capital, cidades do interior de MT e outros estados do país. Essas mudanças já são realidade, não só aqui na Gente em Foco, mas em muitas outras empresas em todo o território nacional”, explica o diretor.
Como já comentado, nas empresas de linha de produção, a tendência é a diminuição de mão de obra humana devido a substituição por processos automatizados. Desta forma, o perfil dos profissionais que irão trabalhar nestas empresas está mudando, pois o foco daqui para frente, será em profissionais com conhecimento de tecnologia em cibernética, inteligência artificial e controle da qualidade. “Vão existir novos postos de trabalho isso é fato, então cabe ao departamento de gestão de pessoas estar extremamente ligado há essas mudanças, para entender, compreender e se adaptar e, principalmente a conhecer esses novos postos que irão surgir. Para isso nós vamos ter que buscar conhecimento e as novas formas de recrutar esses profissionais”, comenta Paulo. O para o gestor, além de toda essa mudança proporcionada pela Quarta Revolução Industrial, deve-se prestar muita atenção na questão liderança, pois deverá “nascer” um novo líder, que na concepção do RH, terá que se adaptar e se qualificar em todos os sentidos, principalmente no quesito comunicação, já que terá que mediar as relações entre os colaboradores mais antigos que estão se qualificando e os profissionais mais jovens que já estão acostumados com as novas tecnologias e, que certamente têm formas diferentes de se comunicar. Isso tudo para evitar o choque de relações entre esses profissionais. O papel do líder moderno será fundamental para promover a interação entre essas gerações de colaboradores e também o desenvolvimento das equipes e elevar os lucros da empresa. Paulo enfatiza ainda que, “as empresas vão ter que se modernizar, não têm saída. A Revolução Industrial nessa 4º geração, impõe mudanças nas organizações que vão ter que se adaptar ou ficarão obsoletas. O mundo está mudando, os profissionais estão mudando e se o RH ficar preso ao tradicional, não vai conseguir acompanhar as mudanças de perfil, as qualificações necessárias e a entrada no mercado de trabalho das gerações crescidas com pleno acesso a informação. É de extrema necessidade que as empresas e o RH usem de muita tecnologia, muita informação para que haja uma coesão e não fiquem para trás”.
As contratações nessa nova era não param por aí, segundo Paulo os novos modelos de recrutamento e seleção envolvem o processo de lidar e cuidar do ser humano. “O RH 4.0 é uma realidade que tende a ganhar ainda mais espaço nos próximos anos. Sendo assim, adotar suas tendências é só uma questão de tempo e, o quanto antes sua empresa se adaptar, melhor. Temos que estar preparados para as diversas flexibilizações”, finaliza.

Etiquetas
Mostrar mais

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Verifique também

Fechar
Fechar
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios