Blog

OS SEIS PILARES DO LÍDER MODERNO 3 – LIDERANÇA EFICAZ

ATITUDE

4º PILAR – A Atitude:

O que é Atitude?
Atitude é uma regra de procedimento que induz a um determinado comportamento. É a realização de uma intenção ou propósito frente a uma situação.
Provavelmente a maioria de nós, em algum momento da nossa vida, tivemos que ouvir de familiares, amigos e até de nossos companheiros de trabalho, algo relacionado ao nosso jeito de reagir às situações do cotidiano, sem entender exatamente o que quiseram nos dizer. Frequentemente escutamos dos outros “que atitude legal ou que atitude negativa/positiva você teve hoje”, “gosto muito dessa sua atitude”, “esta é a atitude ideal que precisamos em nossa empresa”, além de tantas outras expressões que às vezes podem ser difíceis de entender.
Segundo a psicologia, atitude é comportamento habitual que se expressa em situações diferentes vivenciadas no cotidiano de cada indivíduo. As atitudes determinam a vida de cada pessoa e são patenteadas através das reações repetidas de cada um de nós.
Na sociologia, atitude entende-se por um sistema de valores e crenças de um indivíduo ou grupo que o predispõe a sentir e reagir de uma determinada maneira perante estímulos do dia a dia. Frequentemente, a atitude é associada a um grupo ou mesmo a um gênero, por exemplo, um determinado comportamento pode ser classificado como atitude feminina ou atitude de homem.
A atitude também influencia toda nossa linguagem corporal, com destaque para a nossa postura corporal. Uma atitude ameaçadora é uma postura corporal que expressa agressividade, e pode ser um mecanismo de defesa ou uma forma de intimidação. Esse tipo de atitude é comum nos seres humanos e em várias outras espécies do reino animal.
Todos nós possuímos traços característicos de resposta que nos diferenciam das outras pessoas. Algumas pessoas são mais tranquilas frente as situações do dia a dia, e outras são o oposto, com atitudes impulsivas e irracionais.
A atitude que apresentamos ao nosso ambiente, surge da ligação entre fatores biológicos e hereditários e os fatores ambientais como a aprendizagem ao longo de toda a vida da pessoa.
A atitude é então, a condição aprendida e herdada para responder de determinadas formas os nossos comportamentos através de tudo que vivenciamos.

AS ATITUDES MAIS OBSERVADAS NO COMPORTAMENTO HUMANO
Manipuladora. A pessoa que apresenta ser manipuladora tem como hábito converter os outros em objetos ou fontes de prazer; estas pessoas criam ou estruturam suas relações com o objetivo de conseguir que tudo funcione de acordo com suas vontades ou expectativas, utiliza meios para convencer o próximo de que este está agindo segundo sua própria vontade.
Pessimista. Este tipo de atitude geralmente se relaciona com um alto nível de tolerância ou flexibilidade, sendo compassivo, começa a valorizar e permitir transgressões das suas próprias avaliações.
Submissa. Neste tipo de atitude, as pessoas se postam meros como objetos, permitindo assim que os outros sujeitos se tornem responsáveis e donos por suas decisões. É como um mecanismo de sobrevivência, trazer segurança através do cuidado e da sensibilidade dos outros.
Positiva. É frequentemente o tipo de atitude que se considera como a mais benéfica entre todas as outras; caracteriza-se pela percepção ou apreciação proveitosa das diferentes situações (mesmo as mais difíceis) e permite que a pessoa tenha estímulo para agir de maneira confiante.
Negativa. Essa atitude consiste em uma percepção ou interpretação de desengano, derrota, desilusão, descrença ou de subterfúgios de realismo. Frequentemente intensificam as situações de dificuldade ou problemas existentes, e altera ou retira propositadamente ou mesmo inconscientemente, qualquer aspecto de otimismo. Geralmente produz tudo ao contrário da atitude positiva: detém ou calam qualquer tipo de ação.
Agressiva. Esse tipo de atitude normalmente passa rapidamente à ação, e configura-se como um ato impulsivo que busca um significado de justiça ignorando os outros.
Passiva. Essa atitude observa-se pela baixa atividade ou por ausência de ação.
Colaboradora. É a atitude proporciona ou requer um contato frequente com os outros. Tem como objetivo conseguir ajudar que as pessoas ao seu redor alcancem seus propósitos e objetivos.
Altruísta. São pessoas que realizam ações com o objetivo de oferecer benefícios ou proveito para o outro, incluindo as situações onde possa perder ou não tenha nenhum benefício para si própria.
Emocional. Este tipo de atitude se mostra de maneira mais frequente em pessoas que baseiam suas relações em função do seu cuidado e do cuidado com os outros. Ela se caracteriza também pelo valor ou pela prioridade que se dá aos sentimentos emocionais, levando pessoas a viver com mais intensidade cada uma de suas emoções.
Neutra. É a atitude que apresenta a menor presença nas pessoas e se mostra por não ser afetiva ou racional, nem pessimista ou otimista, geralmente são diretas em suas decisões.
Racional/Analítica. Este tipo de atitude proporciona nas pessoas o julgamento ou a lógica no momento de apreciar ou avaliar qualquer situação. Frequentemente, este tipo de atitude leva a tentativa de esconder ou ignorar as emoções frente às justificativas racionais. Entretanto, gerenciar positivamente as emoções nos impulsiona aprender a senti-las e expressá-las.
Confiante. É a atitude observada nas pessoas que apresentam maior aceitação das suas características. Normalmente esse comportamento permite perceber os estímulos de prazer ou de dor como uma intenção instrutiva.
Flexível. As pessoas que apresentam atitude flexível mostram aceitação das qualidades ou critérios alheios sem menosprezar os próprios. Esta atitude facilita a consciência do princípio de realidade; as pessoas aceitam que a vida pode tomar um rumo muito diferente do que se planejava e atuam em favor de si mesmos e de seu exterior. Permite rápida adaptação às mudanças.
Empática. O comportamento empático é observado nas pessoas que são cientes da existência do outro e, portanto, entendem e compreendem, graças a sua autoavaliação ou introspecção, que o comportamento dos outros também tem uma origem, colocam-se no lugar da outra pessoa para “experimentar” as sensações e sentimentos como se estivessem em seu lugar. Permitem escutar e facilitar o diálogo com os demais por sua facilidade de compreensão.
Desconfiada. Este tipo de atitude se caracteriza pela desconfiança excessiva diante de qualquer tipo de situação. Geralmente estas pessoas estão alertas para qualquer tipo de reclamação ou acusação.
Sarcástica. O sarcástico se apresenta por um comportamento contundente e incisivo em relação aos outros. Enche de sarcasmos ou ironias as conversas em seus relacionamentos.
Inflexível. Se caracteriza por um padrão rígido de comportamento e pensamento, em que o objetivo é que os outros estejam em total sintonia com o que a pessoa busca e esta pessoa sofre terrivelmente quando não acontece da forma que se imaginou.
Moralista/Julgadora. Este tipo de atitude se mostra pela preocupação da ética nas próprias ações e na ação dos outros. Normalmente a pessoa com esta atitude se dedica a prestar atenção as ações dos outros para que não incidam na falta dos princípios ou preceitos que o dirigem.
Niilista. Neste tipo de atitude se rejeitam todos os princípios morais ou estruturas sociais, mantendo a crença de que a própria existência precisa de sentido ou propósito íntimo.
Agora que o tema ATITUDE ficou bem mais claro e aproveitando que o nosso tema é sobre Liderança, vou elencar abaixo as atitudes mais importantes para um Líder de sucesso e que devem ser exercidas diariamente, pois muitas pessoas buscam entender os segredos da arte de liderar uma equipe e como desenvolver a liderança, no entanto, ser um líder tem muito mais sobre suas atitudes do que simplesmente assumir responsabilidades.
Abastecer a equipe de segurança. Existem líderes que podem intimidar sua equipe pela posição, título ou poder simplesmente aparecendo na frente de seus liderados. Porém, os profissionais que são mais bem preparados, encorajam os seus liderados a expressarem suas ideias e opiniões a fim de desenvolver sua equipe de trabalho. Incentivar a equipe é um papel essencial para criar um ambiente seguro em que todos tenham confiança em expor seus pontos de vista, essa atitude também ajuda a estimular a criatividade, quesito importantíssimo atualmente.
Fazer acontecer. Os líderes devem ser especialistas em tomar decisões! Eles concentram o diálogo entre os membros da equipe para poder chegar a uma conclusão estratégica. Como parte de um processo natural do trabalho, estão focados em “fazer acontecer” a todo o instante.
Comunicar expectativas. Grandes líderes são por essência grandes comunicadores. A função de transmitir a equipe sobre o desempenho alcançado em um período, faz parte das atribuições de um líder. Deixar claro aos funcionários sobre a Missão, Visão e Valores da empresa garante que as tarefas estão sendo executadas de maneira esperada.
Estimular sua equipe a pensar. Os verdadeiros líderes conhecem a capacidade de cada um da equipe com quem trabalham, por isso sabem exatamente como capacitar e desenvolver as competências de cada colaborador. Eles usam seu conhecimento para desafiá-los a alcançar sempre mais e destacam-se em deixar todos confortáveis para crescer.
Ter responsabilidade para com sua equipe. Líderes de resultados, permitem que a equipe proporcione cobranças entre si (desde que sejam saudáveis, é claro). Isso não quer dizer que estejam admitindo uma espécie de descontrole, mas sim, assegurando proatividade, envolvimento e desenvolvimento para toda a equipe. Atuar de maneira responsável aos compromissos diante dos outros é um sinal de que o líder também se concentra nos resultados de todos sobre o seu comando.
Dar exemplo. Infelizmente a maioria líderes não praticam o que pregam e poucos têm consciência de suas ações, porém sabem que são constantemente observados, pois devem servir de espelho aos que querem aprender e desenvolver novas competências. O líder é a figura mais visada da equipe e por isso deve ser um exemplo de excelência.
Premiar todo bom desempenho. O bom líder sabe reconhecer os esforços e não apenas cobrar resultados. Isso demonstra considerar o trabalho da equipe, já que tem consciência de que com trabalho sério e em conjunto, com certeza chegarão ao resultado almejado. Premiar é essencial para estimular os colaboradores. Existem várias formas de recompensar sua equipe, por isso use a criatividade.
Dar feedback. Os colaboradores querem e precisam saber se estão tendo um desempenho a altura. Observar e apreciar ideias do grupo é um modo de mostrar a importância dos membros da equipe, criando assim um relacionamento de confiança mútua.
Aproveitar talentos da equipe. Reconhecer os perfis mais talentosos é uma situação, outra situação é saber como usá-lo ou aproveitá-lo, isso é o dever um líder moderno. Autoridades no assunto liderança, conseguem potencializar as virtudes de cada colaborador ou membro de sua equipe no cotidiano ou de acordo com situações específicas para tirar melhor proveito de cada situação.
Fazer perguntas e pedir conselhos. “Saber mais e mais” é a missão de um bom líder, ele deve estar constantemente em busca de conhecimento. Uma boa alternativa é fazer perguntas e pedir conselhos aos membros da equipe, essa atitude ajuda muito no esclarecimento e desenvolvimento das atividades.
Resolver problemas. Os líderes bem-sucedidos enfrentam os problemas de frente e sabem como descobrir o centro do assunto em pauta. Agindo assim, aprendem a não evitar situações desconfortáveis e sim resolver os conflitos.
Criar positividade ao ambiente. Um líder inspirador sabe criar uma cultura de trabalho positiva. Simpático, respeitado, obstinado e automotivado, compreende bem o tom para também motivar os colaboradores. A atmosfera agradável aumenta a força de vontade de qualquer equipe.
Ser bom professor. O líder é um mestre por natureza, nunca para de ensinar, porque está sempre motivado a aprender e desenvolver! Deixar seus colaboradores bem informados é uma prática habitual de alto valor.
Desenvolver as habilidades de relacionamento. Verdadeiros líderes não precisam se estressar ou concentrar seus esforços em defender seu espaço no trabalho. Ao contrário, precisam desenvolvê-lo cada vez mais, pois seu resultado necessita do resultado de todos. Proporcionar o relacionamento entre a equipe gera a capacidade fazer sua empresa voar cada vez mais alto.
Estar ciente da influência que possui. Líderes adoram ser líderes, não só pelo poder, mas por causa da influência que podem gerar sobre as pessoas. “Alguém que tem o poder de influenciar outros, é um líder”, já dizia Chuck Swindoll.

Mostrar mais

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Verifique também

Fechar
Fechar
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios